Covid-19: Noruega investiga a morte de duas pessoas que receberam vacina da Pfizer

9 de janeiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Por PanARMENIAN

A Noruega está investigando a morte de dois residentes de asilos que morreram após receber doses da vacina da Pfizer-BioNTech contra covid-19, reporta a WION.

Em um dos casos um homem foi encontrado morto dois dias depois de receber o imunizante.

O diretor médico da Agência Norueguesa de Medicamentos, Steiner Madsen, disse em um comunicado: "temos que avaliar se a vacina é a causa da morte ou se é uma coincidência que tenha acontecido logo após a vacinação".

A agência, juntamente com o Instituto Nacional de Saúde Pública da Noruega, está investigando as causas das duas mortes.

Madsen também acrescentou que, como as pessoas de idade avançada estão recebendo a vacina contra o coronavírus primeiro, é inteiramente possível que as mortes sejam apenas coincidência.

Após o anúncio da Pfizer de que sua vacina é mais de 90% eficaz, alguns voluntários que tomaram o imunizante durante o estudo disseram que sofreram efeitos colaterais comparáveis ​​aos causados pela vacina da gripe e uma pessoas comparou os efeitos a "uma ressaca severa" .

Notícias RelacionadasEditar

FontesEditar

  Esta notícia é uma transcrição parcial ou total da PanARMENIAN.
Este texto pode ser utilizado desde que seja Atribuído corretamente aos autores e ao sítio oficial
.
Veja os termos de uso (copyright) na página da PanARMENIAN


Compartilhe
essa notícia: