Variante Ômicron não causa covid-19 grave, apontam dados iniciais

28 de novembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A assustadora variante Ômicron do Sars-Cov-2 - ela tem nada mais e nada menos que 50 mutações e pode estar por trás de um aumento de mais de 10 vezes nos casos de covid-19 na África do Sul em novembro - causa casos leves de covid-19, disse a médica Angelique Coetze, chefe da Associação Sul-Africana de Medicina. Até agora, segundo Coetze, a nova cepa não foi detectada em pessoas vacinadas e não houve "problemas proeminentes" entre os infectados, que, geralmente, podem fazer o tratamento em casa.

A variante foi nomeada na sexta-feira pela OMS e classificada como "de preocupação", o que levou dezenas de países a fecharem fronteiras com países do Centro-Sul da África, inclusive com a África do Sul, onde foi detectada pela primeira vez poucas semanas atrás.

Seu potencial de infecção, reinfecção e se ela pode escapar das vacinas contra a covid-19 já em uso são dados que os especialistas ainda estão estudando.

Notícias Relacionadas

Fontes