Putin fala ao telefone com presidente finlandês

15 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O presidente russo, Vladimir Putin, alertou no dia 14 que, se a Finlândia insistir em ingressar na Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), as relações entre os dois países podem ser "afetadas negativamente".

“Seria um erro para a Finlândia abandonar sua política tradicional de neutralidade militar, já que a Rússia não representa uma ameaça à segurança da Finlândia”, disse o porta-voz do Kremlin em um comunicado.

“Mudanças na política externa da Finlândia podem ter um impacto negativo nas relações entre os dois países, que há muito se beneficiam mutuamente no espírito de amizade e parceria”, disse ele.

O presidente finlandês Ninistö disse em um comunicado hoje cedo que ligou para Putin primeiro para explicar os planos da Finlândia de se candidatar à adesão à OTAN.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia alertou anteriormente no dia 12 que a Finlândia retaliaria se se juntasse à OTAN, mas a Finlândia planeja solicitar a adesão à OTAN já no dia 15.

O presidente dos EUA, Joe Biden, reiterou seu apoio à adesão da Finlândia e da Suécia à OTAN.

Fontes