Partido turco propõe reconhecer a Crimeia como território russo

26 de junho de 2020

O Partido Patriótico de esquerda divulgou um documento denominado "Plano de Amizade e Paz no Mar Negro–Mediterrâneo".

O texto, em particular, inclui o reconhecimento da Crimeia anexado à Ucrânia como território russo, o reconhecimento de Abecásia, o apoio à integridade territorial do Azerbaijão, a eliminação das bases dos Estados Unidos e da OTAN na região, a paz na Síria e o encerramento de intervenções estadunidenses na Líbia.

O chefe do Bureau de Relações Internacionais do Partido Patriótico, Semih Korai, disse:

“A característica mais importante do Plano de Amizade e Paz entre o Mar Negro e o Mediterrâneo é sua integridade. Este plano baseia-se no fortalecimento do eixo de cooperação entre a Turquia e a Rússia.”

O Partido Patriótico da Turquia foi registrado em 15 de fevereiro de 2015 e possui 22.647 membros. O seu precursor é o Partido dos Trabalhadores, fundado em 1992.

Entre os fundadores do partido estavam ex-generais militares que foram condenados durante o julgamento nos casos Ergenekon e Monsters, embora em ambos os casos tenham sido absolvidos desde então.

O partido declara seu objetivo de unir socialistas, revolucionários, nacionalistas turcos e kemalistas.

Fontes

Compartilhe