História dos debates presidenciais dos EUA: momentos mais memoráveis

27 de setembro de 2020

A principal tarefa de ambos os participantes do primeiro debate presidencial em 29 de setembro, tanto o presidente em exercício Donald Trump quanto seu rival Joe Biden, é evitar erros graves durante a discussão. Convidamos você a relembrar os debates mais famosos e escandalosos que ocorreram no passado, influenciando a política estadunidense.

Quase todos os debates geraram momentos especiais, por vezes definindo a carreira de um político e deixando uma marca indelével na política dos Estados Unidos. O primeiro debate televisionado ocorreu em 1960 entre John F. Kennedy e Richard Nixon.

“Nixon havia recebido alta do hospital algumas semanas antes, havia emagrecido muito, estava muito pálido e os organizadores do debate não cuidaram da sua maquiagem. Ele estava suando, era óbvio que havia emagrecido e estava mal na tela”, diz Alan Schroeder, professor de jornalismo da Universidade de Michigan, que escreveu um livro sobre o papel da televisão nos debates presidenciais.

“Sabemos que ele próprio desistiu de se maquiar, por isso parecia sombrio. Ouvintes de rádio para o debate acreditavam que Nixon venceria a eleição. No entanto, os telespectadores estavam confiantes de que Kennedy venceria”, disse Frank Cesno, diretor de iniciativas estratégicas da Universidade George Washington e correspondente da CNN na Casa Branca.

Em 1984, no primeiro debate televisionado entre o presidente em exercício Ronald Reagan e o ex-vice-presidente de Jimmy Carter, o democrata Walter Mondale, inesperadamente a indubitável reeleição de Reagan foi questionada.

Mondale conseguiu por duas vezes colocar Reagan em uma situação ruim. “Reagan não tentou realmente seguir o texto de seu discurso e ficou confuso. Ele esqueceu sobre o que era a conversa no início de seu discurso. No final, disse que dois terços do orçamento da defesa são gastos com pensões, alimentação e vestuário dos militares, dizendo que apenas uma pequena parte do orçamento vai para a compra de armas”, lembra Walter Mondale.

Apesar de uma primeira rodada de debates malsucedida com Mondale em 1984, Ronald Reagan, no segundo debate, reagiu bem as declarações da oposição. No final das contas, Mondale sofreu uma derrota esmagadora, derrotando Reagan apenas em sua cidade natal, Minnesota, a pior derrota presidencial de um candidato democrata.

“Não há domínio soviético na Europa Oriental, e nunca haverá, sob o governo Ford”, disse o presidente Gerald Ford em 1976 enquanto tentava ser reeleito para um segundo mandato. A eleição foi vencida pelo democrata Jimmy Carter.

“Se você olhar a fita deste debate, verá que o moderador estava quase sem palavras naquele momento”, disse a cientista política Mary Keith Kerry, pesquisadora sênior da Universidade da Virgínia. Ela foi redatora de discursos do presidente George W. Bush, que debateu com o democrata Bill Clinton e o candidato independente Ross Perot em 1992.

“Um deles quebrou as regras por exceder em muito o tempo de seu discurso. E a moderadora Carol Simpson não apontou essa violação. George W. Bush começou a olhar de forma expressiva para o relógio, sugerindo a necessidade de cumprir o cronograma. Mas o público não conhecia as regras do debate. As pessoas pensaram que Bush queria sair do estúdio”, diz Kerry. Segundo Schroeder, Bush admitiu posteriormente que não queria mesmo estar alí.

“Não temos muitas oportunidades de ver candidatos 'sem filtros', próximos uns dos outros na televisão, sem intermediários na forma de jornalistas ou sem a influência direta de assessores que orientam exatamente sobre o que precisam falar”, nota Alan Schroeder.

Fontes

  Steve Redisch. История президентских дебатов в США: самые памятные моментыVOA, 26 de setembro de 2020

Compartilhe