Covid-19: Israel fecha fronteiras com todos os países por causa da variante Ômicron

28 de novembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Após reunião do Comitê de Ministros, o governo de Israel decidiu ontem que a entrada de todos os estrangeiros está proibida, “exceto nos casos aprovados pelo Comitê de Exceções”, diz o comunicado, para conter o alastramento da nova variante do Sars-Cov-2, chamada Ômicron. Os viajantes sob “exceção” que estiverem vacinados terão que fazer um teste PCR na chegada, ficar em isolamento por três dias, e fazer outro teste PCR. Os dois testes devem dar resultado negativo e em caso de positivo, será necessário cumprir uma quarentena de sete dias e fazer outro teste. Quem não tiver comprovante de vacinação, terá que seguir regras mais restritas, como cumprir isolamento de sete dias.

Poucas horas antes, o Centro de Informações sobre o Coronavírus havia anunciado que viajantes de 50 países da África seriam impedidos de entrar em solo israelense a partir de hoje. Na sexta, Israel havia colocado na sua lista vermelha apenas os países da África Austral.

Notícias Relacionadas

Fontes