Otan encerra cúpula

30 de junho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Os líderes da OTAN concluíram sua reunião de três dias em Madri na quinta-feira. O presidente dos EUA, Joe Biden, descreveu a cúpula como “histórica”.

“A última vez que a OTAN redigiu uma nova declaração de missão foi há 12 anos”, disse Biden, referindo-se a um documento também conhecido como Conceito Estratégico da aliança.

“Naquela época, caracterizava a Rússia como parceira e não mencionava a China. O mundo mudou, mudou muito desde então, e a OTAN também está mudando. Nesta cúpula, reunimos nossas alianças para enfrentar tanto as ameaças diretas que a Rússia representa para a Europa quanto os desafios sistêmicos que a China representa para uma ordem mundial baseada em regras. E convidamos dois novos membros para ingressar na OTAN”, disse Biden.

“Ele [Putin] tentou nos enfraquecer, esperava que nossa determinação fosse quebrada, mas está conseguindo exatamente o que não queria”, disse Biden

Na quarta-feira, Putin afirmou que “com a Suécia e a Finlândia, não temos os problemas que temos com a Ucrânia. Eles querem se juntar à Otan, vá em frente", disse ele à televisão estatal russa.

“Mas eles devem entender que não havia ameaça antes, enquanto agora, se contingentes militares e infraestrutura forem implantados lá, teremos que responder na mesma moeda”, alertou.

Fontes