Manifestante da Bielorrússia dado como morto reaparece

10 de agosto de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O manifestante Yevgeny Zaichkin, cuja morte foi relatada anteriormente durante os protestos em decorrência da eleição presidencial na Bielorrússia, está vivo.

A imprensa regional relatou que ele havia sido atropelado e imagens dele no chão circularam. O próprio manifestante concedeu entrevista depois:

“Meu irmão e eu estávamos caminhando até que um microônibus apareceu, de lá 5 ou 6 policiais saltaram e começaram a deter todos, usar a força. Quando percebi que eles estavam correndo atrás de mim, ajoelhei-me e levantei as mãos. E eles me acertam com o cassetete, o primeiro golpe no rosto e o sangue imediatamente começa a escorrer, então eles me batem no corpo. Meu irmão foi detido, o que aconteceu com ele não sei, ele não está em casa”.

Segundo Zaichkin, os próprios polícias se equivocaram e afirmaram que ele estava morto. “Eles prestaram primeiros socorros, enquanto a ambulância ia até mim, depois fui levado para o hospital. O médico veio, eu pedi para ir para casa, ele disse que eu não tenho fratura e poderia ir se quisesse”, disse ele.

Fontes