Greta Thunberg anuncia retorno à escola após ano sabático

25 de agosto de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Em 24 de agosto, a ativista ambiental sueca Greta Thunberg anunciou que estava retornando à escola, após um ano de campanha global destinada a deter as mudanças climáticas.

A jovem de 17 anos postou uma foto no Twitter de bicicleta e com mochila escolar. A última vez que ela visitou uma escola foi em junho de 2019, após isso realizou várias reuniões ambientais e políticas com dignitários e celebridades, exigindo o desenvolvimento sustentável e acusando chefes de Estado de ignorar um desastre global que se aproxima.

Para tanto, ela cruzou o Atlântico em um iate, tentando chamar a atenção para as emissões de dióxido de carbono das aeronaves e propor o que chamou de alternativa ecológica. Na América do Norte, a jovem falou aos líderes mundiais na sede das Nações Unidas durante uma cúpula do clima, brigou com o presidente Donald Trump, se reuniu com o ex-presidente Barack Obama, viajou usando um carro elétrico da empresa americana Tesla, alugado pelo ator e ex-governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger.

O último ponto de sua viagem era para ser outra conferência das Nações Unidas na cidade de Santiago do Chile (Chile), mas houve um levante popular, então a ativista após os Estados Unidos voltou à Europa para participar de outra conferência em Madrid (Espanha).

Em 20 de agosto, Greta se reuniu com a chanceler alemã Angela Merkel, que agora também é presidente do Conselho Europeu. Ela exigiu parar todos os investimentos em combustíveis fósseis e estabelecer um orçamento anual para fins de ação climática, com base na maioria das pesquisas científicas atuais.

Ela criticou particularmente o plano do G20 que visa restaurar a economia mundial atingida pela pandemia, já que de acordo com esse plano as indústrias ligadas aos combustíveis fósseis receberão mais subsídios do que as ligadas às energias renováveis. Agora, 60-70% da energia mundial é produzida pela queima de combustíveis fósseis.

Fontes

Compartilhe
essa notícia: