Erdoğan: pedidos de cessar-fogo em Alto Carabaque são inaceitáveis

2 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan considera inaceitável que o Grupo OSCE de Minsk se esforce para conseguir um cessar-fogo na zona de conflito de Alto Carabaque.

“É inaceitável que o Grupo de Minsk exija agora um cessar-fogo em Artsaque. Eles devem exigir que a Armênia primeiro se retire dos territórios ocupados”, disse Erdoğan.

Erdoğan disse que a Turquia "continuará a apoiar o Azerbaijão com base no princípio de dois Estados, uma nação".

Desde o início das hostilidades em Alto Carabaque e mesmo antes delas, a Turquia afirmou repetidamente que apoia o Azerbaijão "tanto na mesa de negociações como no campo de batalha".

Na manhã de 27 de setembro, o Azerbaijão atacou a República de Artsaque, os conflitos estão acontecendo ao longo de toda a fronteira. A infraestrutura civil e civis também foram sujeitos a bombardeios e ataques de azerbaijanos.

Fontes

  Эрдоган: Призывы к прекращению огня в Карабахе недопустимы — Panarmenian, 1 de outubro de 2020.