Eleições 2020: Trump reage - mal - ao discurso de Harry e Meghan

24 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Durante a revelação de sua lista anual das 100 Pessoas Mais Influentes do Mundo ontem, a revista Time convidou o príncipe Harry e sua esposa Meghan Markle para fazer um discurso - virtual, devido à pandemia de Covid-19. O casal aproveitou o momento para pedir aos eleitores que "rejeitassem discursos de ódio, desinformação e negatividade online."

Apesar de não citarem nenhum candidato, Donald Trump disse a repórteres logo depois, quando perguntado sobre a fala do casal, que "não sou fã dela e eu diria isso a ela - e ela provavelmente já ouviu isso. Desejo muita sorte a Harry, porque ele vai precisar".

A reação de Trump se deve a Meghan estar engajada numa campanha, junto a Michelle Obama e outras celebridades, pedindo que as pessoas, principalmente as mulheres, votem nas próximas eleições dos Estados Unidos - que acontecem em novembro e que tem, até agora, o opositor de Trump, Joe Biden, liderando as pesquisas de intenção de votos com grande vantagem.

Polêmicas de parte a parte

Trump já se envolveu numa outra polêmica com o casal meses atrás, antes deles se mudarem definitivamente para os Estados Unidos, ao dizer que não cederia agentes especiais para fazer sua segurança (por lei, Harry e Meghan têm direito a segurança especial, já que ele é neto da Rainha Elizabeth. No entanto, por Decreto Real, eles perderam diversos direitos, como o de usarem o título de Altezas Reais e a palavra "royal", após deixarem de ser membros atuantes da Casa Real Britânica em março passado), ao que um porta-voz do casal respondeu que eles nunca haviam pedido [que Trump cedesse agentes de segurança].

Com relação ao Duque e a Duquesa de Sussex, membros da realeza não podem emitir opiniões políticas, regra que Meghan tem, discretamente, ignorado há semanas ao aparecer ao lado de Michelle Obama. Harry, agora, se juntou a ela - apesar de nenhum dos dois até agora ter pedido votos para Biden - ou Trump.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia: