Abrir menu principal

Brasileiros presos na Espanha por fraudes devem ser severamente punidos, afirma Tarso

Agência Brasil

10 de março de 2008

O ministro da Justiça, Tarso Genro, afirmou hoje (10) que os cinco brasileiros presos em Barcelona acusados de fraudes bancárias via internet devem ser severamente punidos pela Justiça espanhola.

“Quem comete um crime, em qualquer lugar, tem que ser severamente punido de acordo com a lei local. Não podemos misturar as coisas. Uma coisa é o tratamento a turistas. Outra coisa são pessoas que cometem delitos", disse o ministro.

Tarso destacou que a punição com base na legislação local vale reciprocamente para qualquer estrangeiro, inclusive espanhóis, que venham a cometer delitos no Brasil.

A Polícia Nacional da Espanha prendeu hoje, em Barcelona, cinco brasileiros acusados de integrar uma organização dedicada à falsificação de documentos, ao phising (falsas mensagens enviadas por correio eletrônico) e ao bloqueio de dinheiro.

Um dos membros do grupo, no Brasil, acessava as contas bancárias on line de cidadãos espanhóis e transferia o dinheiro para contas brasileiras abertas com documentação falsa. O dinheiro era utilizado ainda para a compra de equipamentos de informática necessários para a confecção de documentos falsos como carteiras de identidade, passaportes e carteiras de motorista.


Notícias relacionadas

Fontes