Abrir menu principal

Auxiliar de enfermagem infectada na Espanha com ebola tem melhora

19 de outubro de 2014

Espanha

A auxiliar de enfermagem espanhola Teresa Romero, infectada com o vírus do ebola em Madri, continua evoluindo bem. Além disso, as 15 pessoas hospitalizados em observação permanecem assintomáticas. O comitê especial criado pelo governo espanhol para acompanhar a crise do ebola confirma a situação em comunicado emitido hoje, sem revelar detalhes mais precisos sobre o estado de saúde da auxiliar de enfermagem. "O estado de saúde da paciente hospitalizada no Hospital Carlos III evolui favoravelmente", diz o comunicado.

Sintomas

O comitê também está à espera da segunda prova (depois de uma primeira negativa) dos exames de três outras pessoas sob investigação, entre elas, um homem que usou a mesma ambulância que transportou Teresa Romero. Segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS), o ebola causou mais de 4.500 mortos em cerca de 9 mil casos registados na Libéria, Serra Leoa e Guiné-Conacri, os mais afetados. Também já houve registros na Nigéria, no Senegal, na Espanha e nos Estados Unidos.

FontesEditar

Compartilhe essa notícia: