Após vitória na Geórgia, Senado dos EU será controlado por democratas; Câmara e Casa Branca já estavam nas mãos dos democratas

6 de janeiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Com a vitória hoje dos dois candidatos democratas na Geórgia, Raphael Warnock e Jon Ossoff, e com Kamala Harris, no seu papel de vice-presidente assumindo também a função de presidente do Senado, onde terá o voto de Minerva em caso de disputas, o Partido Democrata está agora em vantagem no Congresso dos Estados Unidos.

Os democratas já controlavam a Câmara dos Deputados e, com a posse de Joe Biden no próximo dia 20, controlarão também a Casa Branca.

A maioria no Congresso é importante para futuras votações a favor de medidas e projetos propostos por Biden.

Warnock, pastor de uma igreja em Atlanta que já foi presidida pelo líder dos direitos civis Martin Luther King Jr., derrotou a republicana Kelly Loeffler e se tornou o primeiro afrodescendente a vencer no estado. Já Ossoff, um ex-assessor do Congresso e produtor de documentários para a televisão, venceu o também republicano David Perdue.

A Geórgia, um dos estados mais escravocratas da história dos Estados Unidos, foi decisiva não só na reviravolta no Congresso, mas também na vitória de Biden sobre Trump.

Notícia relacionadaEditar

FontesEditar

Compartilhe
essa notícia: