Anistia Internacional insta Venezuela e Nicarágua a respeitar os direitos humanos

27 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Anistia Internacional (AI) exortou os governantes da Venezuela e da Nicarágua, respectivamente, a respeitar os direitos humanos em seus países.

A organização expressa sua preocupação com o fato do relatório “expor não apenas a brutalidade, mas também a natureza sistemática e geral das execuções extrajudiciais, desaparecimentos forçados, detenções arbitrárias, tortura e outros tratamentos cruéis, desumanos ou degradantes” nas nações latino-americanas.

“Desde 2014, as autoridades e forças de segurança [da Venezuela] planejaram e executaram graves violações dos direitos humanos, algumas das quais — incluindo assassinatos arbitrários e o uso sistemático de tortura — são crimes de direito internacional”, denuncia AI.

Fontes