140 profissionais de saúde deixaram Kaliningrado nesse ano

23 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Desde o início do ano, 140 médicos pediram demissão na região de Kaliningrado. O anúncio foi feito pela chefe do fundo de seguro de saúde, Tatyana Demina, em uma reunião do governo na quarta-feira.

Demina acrescentou que nos nove meses de 2020, 103 médicos e 115 paramédicos foram contratados na região. Em maio, o Ministro da Saúde disse que 350 médicos se recusaram a trabalhar em Kaliningrado durante a pandemia do coronavírus.

Fontes

((ru)) С начала года в Калининградской области уволилось 140 медработников — Klops, 21 de outubro de 2020