Zamora Induta regressa à Guiné-Bissau depois de quatro anos

Agência VOA

Guiné-Bissau.
Capitão José Zamora Induta (sentado com uniforme militar) conversa com a delegação dos Estados Unidos em 23 de Abril de 2009. De esquerda a direita: Embaixador Mary C. Yates, vice-civil do Comando dos Estados Unidos na África; Embaixadora Marcia Bernicat, embaixadora dos Estados Unidos no Senegal e Guiné-Bissau; David Mosby da Embaixada dos EUA e (em pé) major Karl Asmus da Embaixada dos EUA (Foto de Vince Crawley, Comando dos Estados Unidos na África).
Imagem: Vince Crawley.

Ex-chefe de Estado Maior das Forças Armadas foi deposto pelo seu adjunto António Indjai.

21 de julho de 2015

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O antigo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas da Guiné-Bissau, Zamora Induta, regressou nesta terça-feira, 21, ao país proveniente de Portugal, para onde se exilou desde o golpe de Estado militar de 2012.

De acordo com a agência de notícias Lusa, Zamora Induta comunicou ao chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas o seu regresso ao país.

Zamora Induta abandonou Bissau depois de ter sido demitido e preso na sequência do golpe militar de Abril de 2012 liderado por general António Indjai, seu anterior adjunto no comando das Forças Armadas.

Fonte