Xangai vai levantar restrições às empresas, Pequim relaxa regras da COVID-19

29 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Xangai disse no domingo que suspenderia as restrições “irracionais” às empresas a partir de 1º de junho, pois pretendia suspender as restrições do COVID-19, enquanto Pequim reabriu alguns de seus transportes públicos e alguns shoppings e outros locais, assim que as infecções vão estabilizando.

O principal objetivo do fechamento do shopping chinês de 25 milhões de pessoas por dois meses a partir de quarta-feira prejudicou gravemente a economia, com muitos moradores perdendo renda, lutando para conseguir comida e lidando com o isolamento.

As dolorosas restrições de coronavírus nas principais cidades chinesas contrariam as tendências no resto do mundo, que está tentando voltar à vida normal, mesmo quando as infecções se espalham.

Xangai, a cidade mais populosa da China, suspenderá várias restrições à reabertura de empresas a partir de 1º de junho.

Fonte