Tererê e Chamamé são declarados Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco

28 de dezembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Festival Nacioanal do Chamamé em Corrientes em 2015

Duas tradições do Sul da América do Sul - e também do Sul do Brasil - o tererê e o chamamé foram declarados Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco no dia 22 passado.

A inclusão do tererê foi proposta pelo Paraguai através do projeto "Prácticas y Saberes Tradicionales del Tereré en la Cultura del Pohã Ñana. Bebida ancestral guaraní en Paraguay” e a Unesco justificou a declaração como uma forma de "aumentar a consciência sobre a importância do tereré como elemento simbólico inequívoco da unidade paraguaia, fomentando o diálogo e destacando a diversidade cultural em escala global".

Já a inclusão do chamamé foi proposta pela Argentina e teve amplo apoio do Instituto de Cultura de Corrientes.

Fontes