Representantes espanhóis condenam atentado terrorista

Agência Brasil

31 de outubro de 2008

O rei Juan Carlos I da Espanha e o presidente do governo espanhol, José Luis Zapatero, condenaram ontem (30) o atentado terrorista que vitimou 17 pessoas em uma universidade da Espanha. Em discursos durante a 1ª reunião da Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado, eles lamentaram o atentado e disseram que farão todo o esforço para que outros fatos como esse não ocorram.


Lamento o que o meu país está passando hoje, que considero absolutamente condenável. Não podemos admitir esse tipo de situação nos dias de hoje”, disse Juan Carlos. “O estado de direito haverá de acabar com essa situação
'


Assim como os dois, vários mandatários manifestaram repulsa à atitude dos terroristas. O presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva abriu seu discurso na cúpula citando o atentado.

FontesEditar