Provas do Enem foram todas impressas

Agência Brasil

10 de outubro de 2019

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 já foram impressas e metade delas já foram enviadas para os locais de aplicação. O ministro da Educação, Abraham Weintraub enfatizou: “Acabou o risco de não ter Enem”. O Enem 2019 será realizado em 1.727 municípios brasileiros de 3 a 10 de novembro. Mais de 5 milhões de pessoas farão o exame em 14 mil locais de aplicação de provas.

No total, foram impressas 10,3 milhões de evidências. A primeira remessa de 408 mil evidências foi enviada no dia 3 de outubro para locais de difícil acesso no Pará e na Bahia. Outros malotes foram para Rondônia, Piauí, Pernambuco e Mato Grosso. Os materiais ficaram sob os cuidados do 4º Batalhão de Infantaria Leve do Exército Brasileiro em Osasco (SP).

Em café da manhã com jornalistas nesta manhã (10), o ministro destacou que apesar dos problemas que a gráfica terá de enfrentar este ano, o cronograma está sendo cumprido e a prova está garantida. “Não teve problema nenhum com a gráfica”, destacou Weintraub.

No início deste ano, a RR Donnelley, que tinha contrato para imprimir o Enem, pediu concordata. Em abril, o Tribunal de Contas da União (TCU) autorizou a contratação de uma nova gráfica. Foi selecionado S.A. válido, o que garante a impressão da prova. A Valid foi a próxima gráfica na ordem do ranking no concurso realizado em 2016.

Neste ano, o TCU concordou em contratar um segundo lugar para que a prova fosse impressa a tempo - informou o ministro. Uma nova oferta será enviada para 2020. Segundo o Inep, o processo de criação de um novo anúncio está em andamento.

Fonte