Protestos contra o governo no Sri Lanka se tornam mortais

20 de abril de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Autoridades do Sri Lanka se comprometeram a investigar um confronto entre a polícia e manifestantes antigoverno na terça-feira que terminou com a morte de um manifestante.

Os manifestantes bloquearam uma linha férrea na cidade de Rambukkana, localizada a cerca de 90 quilômetros a nordeste da capital, Colombo, e impediram que um caminhão-tanque cruzasse os trilhos quando foram confrontados pela polícia, que abriu fogo para dispersar a multidão.

Pelo menos 13 outros manifestantes ficaram feridos no confronto de terça-feira. Vários policiais também ficaram feridos no confronto.

Manifestações eclodiram em todo o Sri Lanka nas últimas semanas, com manifestantes exigindo a renúncia do presidente Gotabaya Rajapaksa e de seu irmão, o primeiro-ministro Mahinda Rajapaksa.

O banco central do Sri Lanka suspendeu todos os pagamentos da dívida externa enquanto negocia com o Fundo Monetário Internacional um programa de reestruturação de empréstimos.

Fontes