Pesquisadores restauram inscrições de 2.000 anos em templo egípcio

14 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Pesquisadores do Instituto de Estudos do Antigo Oriente Próximo da Universidade de Tübingen, da Alemanha, em parceria com o Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito, anunciaram ontem, 13, que recuperaram inscrições com mais de 2 mil anos de idade do templo de Esna. Estas restaurações iniciaram em 2018.

A equipe do egiptólogo Professor Christian Leitz, conseguiu revelar às cores originais das inscrições, as quais indicam de maneira inédita os nomes egípcios dados as constelações.

Fontes