Papa apela ao diálogo entre a Armênia e o Azerbaijão

20 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Papa Francisco expressou preocupação com o agravamento da situação na fronteira entre Armênia e Azerbaijão e pediu diálogo para alcançarem uma solução pacífica duradoura.

O Papa Francisco prometeu orar pelas famílias dos que morreram como resultado dos confrontos e expressou esperança de que, com a assistência da comunidade internacional, "através do diálogo e da boa vontade das partes, seja possível alcançar uma solução pacífica duradoura para o benefício desses povos amados".

De 12 a 16 de julho, o Azerbaijão realizou operações militares na fronteira com a Armênia. O lado armênio sofreu quatro derrotas, do lado do Azerbaijão são cerca de 12, tendo Baku reconhecido a morte do seu general e coronel. Desde 17 de julho, a situação permaneceu relativamente calma.

Fontes