PGR pede acesso à investigação contra ex-presidente da CBF na Espanha

Agência Brasil

24 de julho de 2017

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Procuradoria-Geral da República (PGR) informou hoje (24) que pediu às autoridades da Espanha a transferência do processo penal aberto contra o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, que teve mandado de prisão expedido naquele país.

A PGR pretende ter acesso aos detalhes sobre a investigação aberta contra Teixeira pelos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa. Ricardo Teixeira é brasileiro nato e, de acordo com a Constituição, não pode ser extraditado, mas os procuradores estudam como viabilizar a investigação no Brasil.

Na Espanha, o ex-presidente da CBF é acusado de ocultar valores recebidos de forma ilegal com a venda de direitos de transmissão de jogos da seleção brasileira. Após receber as informações, os dados da investigação serão analisados pelo Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro.

Fontes