OMS conclama governos a promover a alimentação saudável

31 de janeiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

"Locais públicos que atendem a toda a comunidade, incluindo nossas populações mais vulneráveis, devem ser locais onde dietas saudáveis são promovidas e não desencorajadas”, afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), conclamando governos a promoverem a alimentação saudável em instituições públicas como escolas, creches, lares de idosos, hospitais e presídios.

Segundo a OMS, a alimentação saudável pode ajudar a prevenir 8 milhões de mortes anuais, por doenças como diabetes, câncer e outras doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs) causadas pela má-nutrição.

Entre as recomendações da OMS estão medidas como:

  • limitar o consumo de sódio e garantir que o sal seja iodado;
  • limitar a ingestão de açúcares livres;
  • mudar o consumo de gorduras saturadas para insaturadas;
  • eliminar as gorduras trans produzidas industrialmente;
  • aumentar o consumo de grãos inteiros, vegetais, frutas, nozes e leguminosas;
  • garantir a disponibilidade de água potável gratuitamente.

Notícias Relacionadas

Fonte