OMS: As proibições de viagem não podem ser indefinidas

27 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A proibição de viagens internacionais não pode permanecer por tempo indeterminado, e os países devem fazer mais para reduzir a propagação do novo coronavírus dentro de suas fronteiras, informou a Organização Mundial da Saúde.

Uma onda de infecções levou os países a reimpor algumas restrições de viagens nos últimos dias.

Somente com estrita adesão às medidas de saúde, de usar máscaras e evitar multidões, o mundo conseguiria vencer a pandemia do COVID-19, disse o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em uma entrevista virtual na segunda-feira.

"Onde essas medidas são seguidas, os casos diminuem. Onde não são, os casos aumentam", disse ele, elogiando o Canadá, a China, a Alemanha e a Coréia do Sul por controlar os surtos.

O chefe do Programa de Emergências da OMS, Mike Ryan, disse que as proibições de viagens não são sustentáveis.

"Será quase impossível para cada país manter suas fronteiras fechadas no futuro próximo. As economias precisam se abrir, as pessoas precisam trabalhar, o comércio precisa retomar", afirmou.

Fontes