Moscou pede a retirada imediata de mercenários de Alto Carabaque

1 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia pede a retirada imediata de terroristas e mercenários estrangeiros da zona do conflito de Alto Carabaque.

Anteriormente, soube-se que a Turquia estava recrutando mercenários do Oriente Médio e de outros países e os enviando para o Azerbaijão para lutar contra os armênios.

“De acordo com a informação recebida, militantes de formações armadas ilegais, em particular da Síria, Líbia, estão sendo transferidos para a zona de conflito para participarem diretamente nas hostilidades”, diz o comunicado.

Moscou está profundamente preocupado com esses processos, que levam não só a uma escalada ainda maior da tensão na zona de conflito, mas também criam ameaças de longo prazo à segurança de todos os países da região.

“Apelamos às lideranças dos países envolvidos para que tomem medidas eficazes para prevenir o uso de terroristas e mercenários estrangeiros no conflito e sua retirada imediata da região”, disse o Ministério.

Na manhã de 27 de setembro, o Azerbaijão atacou a República de Artsaque, os conflitos estão acontecendo ao longo de toda a fronteira. Civis também foram sujeitos a bombardeios e ataques de azerbaijanos.

Fontes

  Москва призывает к немедленному выводу террористов и наемников из зоны конфликта в КарабахеPanarmenian, 1 de outubro de 2020

Compartilhe
essa notícia: