Morre estilista francês Thierry Mugler

24 de janeiro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Vestido de Mugler exposto no Indianapolis Museum of Art em 2010
Mugler

O estilista francês Thierry Mugler morreu ontem em Paris, França. O anúncio foi feito por um assessor no Instagram da marca, com a mensagem: "Estamos devastados ao anunciar o falecimento do senhor Manfred Thierry Mugler no domingo 23 de janeiro de 2022". A causa do óbito não foi divulgada.

Conhecido por suas roupas "alternativas" - ou extravagantes para alguns - ele levou para a passarela, ainda nos anos 1980, modelos futuristas, inspirados em temas como a conquista do espaço. Suas criações atraíram tanto quem usasse roupas tão extravagantes quanto, com a cantora Madonna, como quem preferisse algo mais tradicional, como diversas Misses França.

Segundo o G1, ele também desenhou o vestido da atriz Demi Moore no filme "Proposta Indecente" (1993), figurinos para a turnê "I Am... World Tour" da cantora Beyoncé e para o Cirque du Soleil. Além disto, "lançou perfumes, publicou livros de fotografia e dirigiu filmes publicitários".

O portal do Le Figaro, um dos jornais franceses mais conhecidos no mundo, chamou Mugler de "o grande costureiro francês", estampando: "Le grand couturier français Thierry Mugler est mort à l'âge de 73 ans" (O grande costureiro francês Thierry Mugler morreu aos 73 anos de idade).

As revistas Elle e Vogue, entre as mais prestigiadas do mundo no mundo da moda, também destacaram a morte do costureiro em seus portais. A Elle escreveu que ele "inventou o desfile-espetáculo" e destacou que "seu universo " era "povoado por criaturas dos sonhos e mulheres mutantes" que marcaram "a estética dos anos 80".

Fontes