Grã-Bretanha soa alarme sobre cepa mutante de Coronavírus

19 de dezembro de 2020

Primeiro-ministro britânico Boris Johnson
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Agência VOA

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, realizou uma reunião não programada de ministros na sexta-feira em meio ao crescente alarme sobre a ameaça representada pela cepa mutante, que foi chamada de VUI - 202012/01. Johnson disse em uma coletiva de imprensa no sábado que não há evidências até agora que sugiram que as vacinas serão menos eficazes contra a nova cepa, mas acrescentou: "Ainda há muito que não sabemos".

Ele observou que a nova cepa é até 70% mais transmissível do que as cepas anteriores.

O líder britânico anunciou um bloqueio virtual para Londres e o sudeste da Inglaterra, com as pessoas sendo incentivadas a ficar em casa. Todas as lojas não essenciais estão prestes a fechar e as pessoas não devem entrar ou sair da capital britânica ou de grandes partes do sudeste da Inglaterra.

Cientistas britânicos estão se esforçando para descobrir se uma cepa mutante do coronavírus, que se espalhou rapidamente na Inglaterra neste mês, pode ser resistente à safra de vacinas recém-desenvolvidas. A cepa foi identificada pela primeira vez em 13 de dezembro no condado de Kent, no sul da Inglaterra, e uma análise inicial por cientistas do governo sugere que ela está "crescendo mais rápido do que as variantes existentes".

Notícia relacionada

Fonte