Governo iraniano anuncia retomada do enriquecimento de urânio

4 de janeiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Governo do Irão iniciou o processo de produção de urânio enriquecido a 20% na central nuclear subterrânea de Fordo, bem acima do limite estabelecido pelo acordo internacional de 2015.

"Há poucos minutos, o processo de produção de urânio enriquecido a 20% começou no complexo de enriquecimento de Fordow", anunciou o porta-voz do Governo , Ali Rabeie, no portal da internet da televisão estatal iraniana.

“O processo de injecção de gás nas centrífugas começou há algumas horas e o primeiro produto do hexafluoreto de urânio (UF6) gasoso estará disponível em algumas horas”, acrescentou

A medida é a última violação iraniana do acordo entre Teerão, ONU e seis potências e pode complicar os esforços do Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, para retomar o pacto abandonado pelo actual Presidente americano, Donald Trump.

O acordo nuclear com o Irão foi assinado em julho de 2015, após quase 20 meses de negociações.

O chamado grupo P5+1 (os cinco membros do Conselho de Segurança da ONU mais a Alemanha) aceitou encerrar as sanções ligadas ao programa nuclear iraniano em troca de seu desmantelamento.

Mas os Estados Unidos deixaram o acordo em 2018 e reimpuseram sanções contra Teerão e, em resposta, o Governo iraniano começou a violar cláusulas do documento em 2019.

O principal objectivo do acordo era estender o tempo que o Irão precisaria para produzir material físsil suficiente para uma bomba nuclear.

Fontes

Compartilhe
essa notícia: