Gato raro é visto na Armênia pela primeira vez em 100 anos

1 de janeiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Um manul num zoo da Alemanha

O gato de Pallas, também conhecido como manul, não está mais extinto na Armênia, pois ele foi avistado no país pela primeira vez em 100 anos, informou o Ministério do Meio Ambiente.

O manul é um pequeno gato selvagem nativo das áreas de pastagens montanhosos da Ásia Central e do Cáucaso. O animal está incluído na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da Armênia.

O gato Otocolobus manul de Pallas está entre os mamíferos mais raros do Cáucaso, tendo sido registrado na década de 1920-1930 apenas no sudoeste da Armênia e observado uma vez (pele) em 1996 nas áreas vizinhas da bacia de Arax. Por esse motivo, até o momento ele era considerado extinto regionalmente no Cáucaso.

O animal foi avistado em janeiro de 2020 no nordeste da Armênia, a cerca de 140km de distância dos locais que ele habitava antes, e o anúncio do registro foi divulgado em 20 de dezembro passado.

Fonte

  Esta notícia é uma transcrição parcial ou total da PanARMENIAN.
Este texto pode ser utilizado desde que seja Atribuído corretamente aos autores e ao sítio oficial
.
Veja os termos de uso (copyright) na página da PanARMENIAN


Compartilhe
essa notícia: