Fábrica’ de vinho com 2.600 anos descoberta no Líbano

21 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Arqueólogos descobriram novos vestígios do extenso comércio de vinho realizado pelos antigos fenícios no exterior e descobriram a editora de vinhos mais antiga do Líbano. Esta descoberta traz um novo destaque para a produção de vinho dos fenícios, são os mercadores de navegação, que introduziram a cultura do vinho em toda a antiga região do Mediterrâneo, cuja influência tem afetado a produção de vinho em todo o mundo. Escavações em Tell el-Burak, no Líbano, a cerca de oito quilômetros ao sul da cidade costeira de Sidon, encontraram os restos de um lagar de vinho bem preservado, que está em uso desde pelo menos o século 7 a.C. Sobre. Este é o primeiro lagar de vinho encontrado na terra natal dos fenícios, aproximadamente equivalente ao atual Líbano. A descoberta foi publicada na edição de 15 de setembro da revista Antiquity.

Fontes