Em vídeo, tenente da Al Qaeda diz que Bush deve admitir sua derrota no Iraque

10 de janeiro de 2006

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Num video difundido pela rede de notícias Al Jazeera, Ayman al-Zawahiri, considerado o segundo no comando da organização terrorista islâmica Al Qaeda, declarou como "um triunfo" a retirada parcial das tropas americanas do Iraque e exortou o Presidente George W. Bush a admitir sua derrota.

"O anúncio da retirada das tropas americanas é um indício do triunfo do Islã no Iraque. Hoje aplaudo a vitória muçulmana no Iraque. Já disse há menos de um ano, que a saída dos Estados Unidos do Iraque estava próxima. E Bush, em novembro passado, viu-se obrigado a anunciá-la, mas na ocasião não fixou uma data. Será que os agentes iraquianos, hipócritas e apóstatas, poderão resistir sozinhos?", foram as declarações, em tom calmo, do tenente de Osama bin Laden.

Mais tarde na gravação, Zawahiri mudou o timbre da voz e se dirigiu energicamente ao Presidente dos EUA: "Bush, deves reconhecer que foste derrotado no Iraque, Afeganistão e logo o será na Palestina com a ajuda da força de Deus".

Em 22 de dezembro passado, o secretário de Defesa dos EUA Donald Rumsfeld anunciou a redução do contingente das forças norte-americanas no Iraque, o que foi comemorado porZawahiri, que no vídeo ainda pediu solidariedade para as vítimas do terremoto de outubro passado no Paquistão e criticou as recentes eleições parlamentares no Egito.

Fontes