Cientistas alertaram sobre a ameaça de uma nova pandemia

10 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Depois do COVID-19, o mundo está ameaçado por novas epidemias globais associadas à rápida disseminação de superbactérias. Isso foi relatado por especialistas da Universidade da Califórnia em San Diego.

Os cientistas observaram que em todo o mundo anualmente 700 mil pessoas se tornam vítimas de microorganismos especialmente resistentes a antibióticos. Em 2050, o número de pessoas infectadas com superbactérias pode chegar a 10 milhões, segundo a OMS.

A ameaça surgiu do uso excessivo de antibióticos, inclusive na pecuária. Muitas infecções causadas por micróbios já se tornaram difíceis e às vezes impossíveis de tratar. Entre eles estão gonorreia, tuberculose, salmonelose, apontam cientistas norte-americanos.

Devido ao COVID-19, a situação só está piorando. De acordo com a professora de medicina da Universidade da Califórnia, Steffany Strathdy, em um contexto de uma pandemia e ingestão descontrolada de antibióticos, o mundo pode enfrentar mais rapidamente um novo organismo patogênico agressivo.

Fontes

((ru)) Учёные предупредили об угрозе новой пандемии — Klops, 8 de outubro de 2020