Caso Maddie: polícia portuguesa indicia homem alemão pelo desaparecimento

22 de abril de 2022

Imagem do resort de onde Maddie desapareceu
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Autoridades portuguesas anunciaram oficialmente ontem que o alemão Christian B (Christian Brueckner, apesar das autoridades alemãs não terem divulgado o sobrenome por questões legais) é o suspeito pelo desaparecimento de Madeleine McCann. O crime aconteceu em 3 de maio de 2007 e ao se completarem 15 anos em poucos dias, se encerraria o prazo para fazer qualquer indiciamento em Portugal.

Madeleine, mais conhecida como Maddie, desapareceu aos 3 anos de idade do quarto do hotel onde estava hospedada com os pais e dois irmãos menores na Praia da Luz, no Algarve, em Portugal.

O suspeito

Coube à Scotland Yard anunciar em 2020 que a polícia alemã havia identificado um suspeito de raptar a menina britânica. "A polícia alemã disse, em junho de 2020, que Madeleine foi dada como morta e que o abusador de crianças e traficante de drogas, Christian Brueckner, provavelmente era o responsável por isso", reportou a CNN hoje.

À época, com 43 anos, Christian já cumpria pena, inclusive por estupro.

Ele nega envolvimento no caso, apesar de haver provas de que ele estivesse na região de onde a menina desapareceu na época do crime.

Notícias Relacionadas

Fontes