Cão-robô é testado em Chernobyl para detectar alta radioatividade

15 de novembro de 2020

Fotografia tirada da usina nuclear a partir de helicóptero um dia após a explosão do reator
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Engenheiros experimentaram há pouco tempo um ‘cão-robô’ nos restos radioativos da Usina de Chernobyl, na Ucrânia. O robô foi planejado para fazer controle da radiação.

O acidente nuclear de Chernobil ocorreu entre 25 e 26 de abril de 1986 no reator nuclear nº 4 da Usina Nuclear de Chernobil durante um teste de segurança.

Fontes

Compartilhe
essa notícia: