Biden nomeia coordenador para supervisionar o resgate econômico

15 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O governo do presidente Joe Biden nomeou um oficial de carreira para supervisionar a distribuição de fundos do pacote de resgate econômico de US$ 1,9 trilhão, informou a agência AP, citando um oficial da Casa Branca.

O general Sperling, que trabalhou sob as presidências de Bill Clinton e Barack Obama, será o encarregado de coordenar o pacote econômico, informou a fonte. O jornal The Washington Post foi o primeiro a noticiar a nomeação de Sperling.

Sperling terá funções semelhantes às de Biden quando era vice-presidente e teve que lidar com a enorme crise financeira de 2008. Ele coordenará com os vários diretores de comitês da Casa Branca e líderes de agências federais para desembolsar fundos o mais rápido possível.

O pacote de resgate que Biden sancionou na quinta-feira vai financiar vacinas, contratação e administração de escolas, financiar governos estaduais e locais e reduzir a pobreza infantil. A maioria dos cidadãos receberá cheques diretos de US$ 1.400 e muitas entidades públicas receberão ajuda financeira, a tal ponto que alguns economistas preveem um crescimento econômico de 7% este ano.

Sperling, 62, foi duas vezes diretor do Conselho Econômico da Casa Branca, o que o torna uma das figuras mais influentes na área econômica nacional nas últimas décadas.

Como conselheiro econômico sob a presidência de Clinton, ele ajudou a negociar um acordo que acertou as contas do governo e negociou para permitir que a China ingressasse na Organização Mundial do Comércio. Além disso, ele elaborou políticas para reduzir a pobreza infantil e ajudar as comunidades de baixa renda.

Quando serviu na presidência de Obama, ele supervisionou programas que resgataram Detroit depois que a cidade declarou falência, assim como outros que beneficiaram a classe trabalhadora e melhoraram a competitividade norte-americana.

Fontes