Acionistas aprovam incorporação do Besc e Bescri pelo Banco do Brasil

Agência Brasil

1 de outubro de 2008

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Acionistas do Banco do Estado de Santa Catarina (Besc) e do ramo do banco catarinense para crédito e investimento (Bescri) aprovaram hoje (30) a incorporação das duas instituições pelo Banco do Brasil. O resultado das assembléias, realizadas em Florianópolis, foi comunicado imediatamente ao mercado pelo BB.

A incorporação vai custar R$ 685 milhões ao BB, equivalentes à emissão de 23,1 milhões de ações BBAS 3. O preço foi estabelecido a partir dos valores apurados pela metodologia de fluxo de caixa como consta nos laudos de avaliação econômico-financeira, sendo R$ 411 milhões pelo Besc e R$ 274 milhões pelo Bescri.

''O modelo de incorporação adotado é inédito no mercado financeiro e nos permitirá uma outra alternativa de crescimento frente às aquisições feitas pelos bancos privados. O Banco do Brasil, prestes a completar seus 200 anos, faz história e inicia com passos sólidos sua caminhada para os próximos 200 anos

—Lima Neto, presidente do Banco do Brasil''

Com a incorporação, o BB aumenta de 200 para 453 o número de agências no estado de Santa Catarina e salta dos atuais 1,5 milhão de correntistas para 2,2 milhões. Como revela o informe do BB, os clientes do banco catarinense terão, gradativamente, acesso a um portfólio completo de produtos e negócios, bem como ao relacionamento segmentado oferecido aos clientes do BB.

O BB não antecipa, porém, quando efetivamente se dará a incorporação.

Fontes