25% das pessoas em todo mundo terão problemas auditivos até 2050, alerta OMS

14 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou no passado dia 02 o seu primeiro Relatório Mundial sobre Audição, que veio com dados alarmantes:

  • Cerca de 2,5 bilhões de pessoas em todo o mundo (1/4) viverão com algum grau de perda auditiva até 2050;
  • Pelo menos 700 milhões dessas pessoas precisarão de acesso a cuidados auditivos e outros serviços de reabilitação.

Segundo a OMS, para evitar este quadro, são necessárias medidas como o investindo e a expansão ao acesso a serviços de saúde auditiva. “Nossa capacidade de ouvir é preciosa. A perda auditiva não tratada pode ter um impacto devastador na capacidade das pessoas de se comunicarem, estudar e ganhar a vida. Também pode afetar a saúde mental das pessoas e sua capacidade de manter relacionamentos", afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS.

O documento ainda enfatizou que, na maioria dos países, os cuidados auditivos ainda não estão integrados aos sistemas nacionais de saúde e o acesso aos serviços de cuidados é um desafio para aqueles com doenças de ouvido e perda auditiva.

Além disto, também segundo o Relatório, a falta de profissionais especializados em saúde auditiva também é um problema grave em várias nações, sendo que entre os países de baixa renda, cerca de 78% têm menos de um especialista em ouvido, nariz e garganta por milhão de habitantes; 93% têm menos de um audiologista por milhão; apenas 17% têm um ou mais fonoaudiólogos por milhão; e 50% têm um ou mais professores para pessoas com deficiência auditiva por milhão.

Fonte