'Sensação de impotência', diz alpinista que viu amigo morrer durante rapel

12 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Diego Braga, um policial militar de 31 anos, testemunhou a queda de uma pedra, matando e matando o empresário Lucas de Zorzi, de 39 anos. Os dois desceram ontem de manhã no Canyon Espella Addo, na cidade serrana de Urubici, em Santa Catarina. Eles compartilharam a mesma corda e, quando a rocha se moveu, eles ficaram a 10 metros de distância um do outro e atingiram De Zorzi na cabeça.

Em uma área íngreme, o policial está em uma posição mais elevada do que seu amigo. No caso de não conseguir ajudar, o gerente do projeto só precisa esperar pelo resgate cerca de 40 minutos.

Fonte

Compartilhe
essa notícia: