Trump escapa de segundo impeachment

13 de fevereiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Único presidente dos Estados Unidos a sofrer dois processos de impeachment, Donald Trump escapou mais uma vez, ao ser absolvido hoje à tarde no Senado, onde precisava de 2/3 dos 100 votos pra ser condenado por insurreição, no incidente que levou à histórica invasão do Capitólio.

Todos os senadores do Partido Democrata votaram a favor do impeachment, enquanto do Partido Republicano, o mesmo de Trump, apenas sete votaram "culpado": Mitt Romney de Utah, Susan Collins do Maine, Lisa Murkowski do Alaska, Ben Sasse do Nebraska, Bill Cassidy da Louisiana, Richard Burr da Carolina do Norte e Pat Toomey da Pennsylvania. Com isto, a comissão de acusação, liderada pelo deputado democrata Jamie Raskin, não conseguiu os 67 votos necessários.

A invasão do Capitólio

No dia 06 de janeiro passado, dia em que o resultado da eleição de novembro passado, que deu a vitória à Joe Biden, seria oficializado no Congresso, Trump fez um discurso em frente à Casa Branca para uma multidão, a maioria de grupos extremistas, dizendo que "vamos marchar até o Capitólio" e afirmando, novamente, que a eleição tinha sido fraudada e que ele era o vencedor. Durante vários dias antes do discurso ele também usou suas redes sociais, das quais foi banido depois, para convocar seus apoiadores para o protesto.

Em sua defesa no Senado, o advogado de Trump hoje disse, segundo a AP, que os manifestantes agiram por conta própria e que o discurso do ex-presidente era uma questão de liberdade de expressão.

Notícias Relacionadas

Fontes