Terra teve seu 6º mês de julho e ano mais quente já registrado

17 de agosto de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Julho de 2022 foi o sexto mês de julho mais quente do mundo já registrado, de acordo com os Centros Nacionais de Informações Ambientais da NOAA. No mês passado a cobertura de gelo do mar da Antártida também caiu para um nível recorde pelo segundo mês consecutivo.

A temperatura da superfície terrestre e oceânica de julho de 2022 para o globo foi de 0,87ºC acima da média do século 20 de 15,8ºC. Isso o tornou o sexto mês de julho mais quente no recorde climático global em 143 anos, o 46º mês consecutivo de julho e o 451º mês consecutivo com temperaturas acima da média do século XX.

Os cinco julhos mais quentes já registrados ocorreram desde 2016.

De acordo com o Global Annual Temperature Rankings Outlook do NCEI , há mais de 99% de chance de 2022 estar entre os 10 anos mais quentes já registrados e 11% de chance de o ano estar entre os cinco primeiros.

Eventos climáticos mais notáveis de julho de 2022

  • O gelo marinho da Antártida atingiu outro recorde: globalmente, julho de 2022 trouxe a terceira menor cobertura de gelo marinho de julho (extensão) já registrada. Apenas julho de 2019 e 2020 tiveram extensões de gelo marinho menores. A Antártica teve uma cobertura de gelo marinho recorde em julho pelo segundo mês consecutivo em 5,75 milhões de milhas quadradas - cerca de 409.000 milhas quadradas abaixo da média - de acordo com uma análise do National Snow and Ice Data Centerlink externo. Enquanto isso, a extensão do gelo marinho do Ártico em julho estava 471.000 milhas quadradas abaixo da média de 1981-2010, sendo a 12ª menor extensão de julho em 44 anos, equivalente ao tamanho da África do Sul;
  • Os trópicos estavam perto da média: julho viu nove tempestades nomeadas, o que é uma atividade quase normal para julho. Cinco tempestades atingiram a força do ciclone tropical (74 mph ou mais) e duas (os furacões Bonnie e Darby) atingiram a força de ciclone tropical principal (111 mph ou mais). O Atlântico Norte viu duas tempestades tropicais em julho, também perto do normal. Uma tempestade, Bonnie, tornou-se uma tempestade tropical em 1º de julho no sudoeste do Caribe antes de se intensificar para um grande furacão no Pacífico Oriental. O Pacífico Oriental, que está tendo uma temporada de furacões acima do normal até agora, experimentou cinco tempestades nomeadas, incluindo quatro furacões, em julho.

Notícias Relacionadas

Fontes