Sul das Américas entra em alerta para frio intenso e a formação de um ciclone

14 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Sul das Américas - Argentina, Uruguai e Sul do Brasil - se prepara para condições meteorológicas inclementes, com alguns portais de meteorologia prevento até neve, que devem durar de amanhã até, ao menos, a próxima sexta-feira. "Prepare-se para temperaturas negativas e geada na próxima semana em grande parte do país", alertou ontem o Inmet do Brasil, prevendo 0ºC em São José dos Ausentes (RS), -2ºC em São Joaquim e Bom Jardim da Serra (SC), e em General Carneiro e Guarapuava (PR) na semana que vem. Já o meteorologista Christian Garavaglia escreveu "preparem os agasalhos!" no portal Meteored Argentina, prevendo também chuvas e ventos provocados por uma frente fria associada a um ciclone que está em formação.

O ciclone subtropical, sem previsão de tocar terra, afetará as costas argentina, uruguaia, do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina entre amanhã e terça-feira.

No Brasil, o mau tempo pode se espalhar até a região Centro-Oeste e Sudeste, alertam os meteorologistas.

Ciclone atípico

Segundo o Inumet, o ciclone em formação é um ciclone extratropical que migrará para um ciclone subtropical, o que é um comportamento atípico nesta latitude.

Outro ciclone subtropical que atingiu a região foi o Raoni, no final de junho de 2021. O fenômeno provocou ventos fortes e deixou o mar agitado e foi um dos primeiros de seu tipo (subtropical) a ser registrado nesta latitude nos últimos anos. Uma intensa nevasca também foi associada ao sistema.

O ciclone em formação ainda não recebeu nome e se for nomeado, quem o fará será a Marinha do Brasil, usando o próximo nome da lista: Yakecan.

Notícias Relacionada

Fontes