Secretário-geral da ONU diz que enchentes no Paquistão são catástrofe climática

12 de setembro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, visitou Karachi, no sul do Paquistão, onde foi declarado estado de emergência devido a grandes inundações no dia 10.

“Vi muitos desastres humanitários, mas nunca vi uma catástrofe climática dessa escala”, disse Guterres durante sua visita.

O secretário-geral Guterres disse que a questão é uma crise global e requer uma resposta global.

Guterres enfatizou a responsabilidade moral dos países prósperos de ajudar os países em desenvolvimento, particularmente o Paquistão, a se recuperarem desses desastres.

O Paquistão sofreu grandes inundações durante a estação chuvosa sazonal das monções que começou em meados de junho. Na província de Sindh, no sul, onde se concentram os danos causados ​​pelas inundações, a quantidade de precipitação este ano é 466% maior do que no ano anterior.

As inundações submergiram um terço das terras do Paquistão e afetaram 33 milhões de pessoas, ou cerca de 15% da população, disseram autoridades paquistanesas.

De acordo com as Nações Unidas, os danos potenciais causados ​​pelas inundações devem ultrapassar US$ 30 bilhões em 2021, cerca de 9% do produto interno bruto (PIB) nominal do Paquistão.

Fontes