Reino Unido apresenta "Plano Viver com Covid" e cancela todas as medidas de contenção da pandemia

21 de fevereiro de 2022

link=mailto:?subject=Reino%20Unido%20apresenta%20"Plano%20Viver%20com%20Covid"%20e%20cancela%20todas%20as%20medidas%20de%20contenção%20da%20pandemia%20–%20Wikinotícias&body=Reino%20Unido%20apresenta%20"Plano%20Viver%20com%20Covid"%20e%20cancela%20todas%20as%20medidas%20de%20contenção%20da%20pandemia:%0Ahttps://pt.wikinews.org/wiki/Reino_Unido_apresenta_%22Plano_Viver_com_Covid%22_e_cancela_todas_as_medidas_de_conten%C3%A7%C3%A3o_da_pandemia%0A%0ADe%20Wikinotícias Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O governo do Reino Unido decretou hoje a volta à vida normal a partir do dia 24 próximo, quando entra em vigor o "Plano Viver com Covid". Com isto, segundo o comunicado, a covid-19 passará a ser tratada como uma doença infecciosa comum, como a gripe por exemplo, e medidas obrigatórias como testagem, isolamento e uso de máscaras serão abolidas.

No entanto, o governo recomendou que as pessoas continuassem a seguir os conselhos das autoridades da saúde para minimizar a chance de se infectar com o Sars-Cov-2, adotando medidas como arejar os espaços, usar máscaras em espaços lotados e fechados e higienizar as mãos sempre que tiverem contato com pessoas desconhecidas.

A partir do dia 1º, o Plano se estende ainda mais e as pessoas não precisarão fazer mais autoisolamento, não haverá mais rastreamento de contatos, contatos próximos de pessoas infectadas, vacinados ou não, não precisarão mais ficar isolados, a testagem de contatos não será mais obrigatória, a testagem gratuita fornecida pelo governo não será mais disponibilizada e o passaporte vacinal ou teste PCR não será mais exigido para entrar em qualquer local. Além disso, auxílios emergenciais assistenciais não serão mais pagos.

A única exceção para algumas destas medidas, como testagem gratuita, será para pessoas de grupos de risco e profissionais da saúde.

O Plano está sendo implantando porque, segundo o primeiro-ministro Boris Johnson, a cobertura vacinal derrubou os óbitos para um nível normal "para esta época do ano" e oferece nível de imunidade suficiente para suspender as restrições.

Plano de emergência

O governo também anunciou que haverá vigilância contínua para a detecção de novas variantes que possam agravar a pandemia e que um planejamento de contingência está pronto, prevento a necessidade de reintroduzir recursos-chave, como vacinação em massa e testagem massaiva de emergência.

Vacinação

Todos os adultos com mais de 75 anos, todos os residentes em casas de repouso para idosos e todos os maiores de 12 anos imunossuprimidos receberão uma dose de reforço nos próximos meses e um programa de reforço anual, com uma campanha de vacinação no outono, está sendo avaliado.

Declaração do PM, Boris Johnson

Durante uma coletiva de imprensa para apresentar o Plano Viver com Covid, Boris Johnson fez questão de enfatizar que o Reino Unido fez um grande esforço durante 2020 e 2021 e que isto teve graves custos para a economia, a sociedade e as chances das crianças e adolescentes. "Desde o início, deixamos claro que devemos traçar um caminho de volta à normalidade o mais rápido possível, desenvolvendo vacinas e tratamentos que possam substituir gradualmente essas restrições", disse.

Ele também agradeceu a “nossos brilhantes cientistas” e “aos extraordinários homens e mulheres do nosso NHS e a cada um de vocês que se apresentou para ser vacinado.”

Notícias Relacionadas

Fontes