Rússia oferece vacina à Coreia do Norte, mas não tem resposta

2 de junho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Rússia anunciou sua intenção de fornecer uma vacina à Coreia do Norte, que está sofrendo com o coronavírus, mas o lado norte-coreano não respondeu, disse a Embaixada da Rússia na Coreia do Norte no dia 1º.

De acordo com a mídia russa, a embaixada russa em Pyongyang disse: “O governo norte-coreano não pediu ajuda à Rússia com o coronavírus, mas nos oferecemos para fornecer vacinas, medicamentos e kits de diagnóstico aos nossos colegas e enviar especialistas.”

A embaixada disse, no entanto, que não houve resposta do lado norte-coreano a tal proposta e que “se eles mostrarem interesse em nossa proposta, trabalharemos de forma rápida e adequada.”

Enquanto isso, a Coreia do Norte afirma que o número de novos casos de febre suspeitos de estarem infectados com o novo coronavírus permaneceu abaixo de 100.000 pelo segundo dia.

A estatal KCNA da Coréia do Norte informou no dia 1º que no dia 30 do mês passado, cerca de 93.180 novos casos de febre ocorreram em todo o país. O número de mortos não foi divulgado.

Especialistas sul-coreanos preveem que o número de casos confirmados de coronavírus na Coreia do Norte pode chegar a 10 milhões e que mais de 30.000 pessoas morrerão.

Fontes