Rússia nega responsabilidade por mortes em Igeum

20 de setembro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Rússia negou as alegações de que seus militares cometeram crimes de guerra em Kharkiv, na Ucrânia.

O porta-voz russo do Kremlin, Dmitry Peskov, disse a repórteres no dia 19 que os comentários do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky não eram verdadeiros.

O porta-voz Peskov disse novamente: "Este é o mesmo cenário do incidente na região de Bucha", e disse que a alegação da Ucrânia "é uma mentira, e é claro que manteremos a verdade".

Mais cedo, a Ucrânia disse ter descoberto um cemitério em massa em grande escala em Igeum, um ponto estratégico do nordeste recentemente recapturado da Rússia.

O presidente Zelensky acusou a Rússia de cometer crimes de guerra, dizendo que uma equipe de investigação foi enviada ao local e encontrou evidências de tortura, incluindo um corpo com as mãos amarradas.

Em março, a Rússia também refutou as alegações da Ucrânia de que havia cometido crimes de guerra, incluindo massacres de civis, na região de Bucha.

Fontes