Rússia concorda em fortalecer cooperação de segurança com a China

20 de setembro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Rússia e China chegaram a um acordo para aprofundar a cooperação em segurança, disse o Conselho de Segurança Nacional da Rússia (NSC) no fim de semana.

O NSC da Rússia disse em comunicado que a Rússia e a China concordaram em "intensificar a cooperação militar focada em exercícios e patrulhas conjuntos, bem como fortalecer o contato entre os funcionários dos dois países".

A declaração vem depois que o secretário russo do NSC, Nikolai Patrushev, visitou a China para discutir questões de segurança.

Mais cedo, o presidente russo Vladimir Putin e o presidente chinês Xi Jinping realizaram sua primeira cúpula cara a cara desde o início da invasão da Ucrânia na Organização de Cooperação de Xangai (SCO) em Samarcanda, Uzbequistão, na semana passada.

Os dois líderes discutiram questões como a questão de Taiwan, a crise na Ucrânia e questões energéticas e concordaram em fortalecer a cooperação estratégica entre os dois países.

No entanto, durante a reunião, o presidente Xi expressou preocupação com a invasão da Ucrânia, e o presidente Putin disse que entendia a posição da China.

Anteriormente, Rússia e China anunciaram “cooperação ilimitada” em uma cúpula realizada em Pequim em 4 de fevereiro.

Fontes