Morre o general Rodríguez López-Calleja

2 de julho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O general Luis Alberto Rodríguez López-Calleja morreu na sexta-feira em Cuba, segundo um relatório oficial divulgado pela imprensa estatal da ilha. Ele morreu em decorrência de uma parada cardiorrespiratória. Ele tinha 62 anos.

Rodríguez López-Calleja atuou como presidente executivo do Grupo de Administração de Empresas das Forças Armadas Revolucionárias (GAESA), o braço econômico que controla grande parte da economia nacional.

“É com profundo pesar que informamos ao nosso povo que nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira, 1º de julho, em decorrência de uma parada cardiorrespiratória, morreu o general de divisão Luis Alberto Rodríguez López-Calleja, presidente executivo do Grupo de Administração de Empresas das Forças Armadas Revolucionárias”, indicou uma breve nota da mídia oficial.

Em 2020, o governo Trump sancionou López-Calleja por sua liderança na GAESA, a empresa de controle militar cubana com interesses nos setores de turismo, investimento financeiro, importação/exportação e remessas da economia cubana.

Um comunicado de imprensa do Departamento de Estado afirmou na época que as receitas da GAESA são usadas “para oprimir o povo cubano” e para financiar “a dominação parasitária e colonial da Venezuela.”

O portfólio da GAESA inclui negócios incorporados no Panamá para contornar as restrições dos EUA.

Fontes